ANA BARAÇA

Ana Lopes Gonçalves Valada, mais conhecida por Ana Baraça (apelido que lhe vem do marido, que tocava guitarra com “baraças” penduradas), nasceu em Galegos - Santa Maria, cidade de Barcelos, em 1904. Começou desde muito nova a trabalhar o barro e a fazer figurinhas que colocava no forno do pai. Apesar de se ter dedicado alguns anos à lavoura, o trabalho no barro foi sempre uma constante, quer a produzir e a pintar galos, quer a modelar ela própria as peças que surgiam da sua imaginação. As suas figuras, muitas das quais dedicadas ao universo agrícola, são facilmente reconhecíveis pelo formato das bases e dos pés; mas são as suas faces, em especial os olhos e o nariz, que tornam os seus bonecos distintos e únicos. A família Baraça é uma das mais antigas e importantes no panorama do figurado de Barcelos, e também uma das que maior descendência deixou: Ana Baraça ensinou os seus filhos (Fernando e Rosalina) e netos (Carlos, Vítor e Moisés) a produzir figuras em barro, criando um estilo particular reconhecido por todos como o “estilo Baraça”.

Fotografias cedidas pelo Arquivo Fotográfico do Museu de Olaria de Barcelos.