CARMINDA RODRIGUES

Nascida em 1930 na freguesia de Pousa, em Barcelos, a vida de Carminda Rodrigues foi quase exclusivamente baseada no trabalho, dividido entre a fábrica e o campo. Foi por um acaso que se começou a dedicar à criação de esculturas: um dia foi roubado de sua casa um Cristo que adornava uma das paredes. Como forma de substituição, Carminda decidiu esculpir ela própria uma figura de Cristo, dando início à produção de um conjunto de esculturas em madeira de temática exclusivamente religiosa, inspiradas nas figuras que foi encontrando na Igreja da Pousa. Recusando-se a vender qualquer das obras construídas – apesar das inúmeras ofertas que teve ao longo dos tempos – os santos que Carminda Rodrigues construiu povoam a sala de sua casa, fazendo-lhe companhia na vida solitária que vai levando. O seu trabalho já foi noticiado, em tempos, em alguns jornais regionais, mas as esculturas que criou permanecem, infelizmente, completamente desconhecidas.