JOSÉ CORREIA

Nascido em 1920 em Moledo do Minho, José Correia trabalhou em diversas áreas, mas foi como vendedor da Singer – diversas vezes premiado – que ocupou a maior parte da sua vida profissional. Em 1980 depara-se com uma pequena peça de madeira que tinha construído em criança – uma miniatura de uma ferramenta agrícola – mas que se encontrava incompleta. O arranjo dessa peça despoleta nele uma vontade de construir mais objetos em madeira, num caminho que o leva a uma ocupação a tempo inteiro depois da reforma. Dos instrumentos agrícolas às réplicas de monumentos locais, dos objetos domésticos às diversas bandeiras nacionais, a quantidade de peças que José Correia construiu levaram-no à montagem de uma exposição no rés-do-chão de sua casa, que ele intitulou como “Moledo e a minha infância”. Aí podemos encontrar os objetos, espaços e vivências que marcaram a sua vida, desde que nasceu até aos dias de hoje. Apesar da sua idade avançada, ainda é possível, em certos dias, encontrar o senhor José Correia no piso térreo de sua casa, e ouvir as histórias que estão por trás da construção  deste fascinante “museu” simultaneamente etnográfico e autobiográfico.